Ficha técnica: óleo essencial de LAVANDA

O óleo essencial de Lavanda é o mais famoso e o mais comercializado do mundo. Possui centenas de componentes químicos, sendo portanto bastante versátil. A Lavanda é também conhecida no Brasil como Alfazema.

Para dicas de uso prático, assista meu vídeo Tudo sobre o óleo essencial de Lavanda aqui.montagem

Agora todas as fichas técnicas terão versão em PDF para download! Para quem quiser imprimir ou ter guardado no computador, é só clicar neste link: Ficha técnica óleo essencial de Lavanda – PDF

Nome científico: Lavandula angustifolia, Lavandula officinalis ou Lavandula vera

Origem: Europa, mais precisamente região do Mediterrâneo

Parte da planta: topo da erva quando está florida

Extração: destilação a vapor d’água

Rendimento: 100 a 130 kg de planta produz 1kg de O.E.

Preço médio (10 ml): R$40

Principal componente químico: acetato de linalila

Aroma: floral levemente adocicado

Diferencial: pode ser aplicado diretamente na pele em pequenas áreas

Ações psicológicas: antidepressivo, antimelancólico, neurossedativo, refrescante, calmante, tranquilizante, relaxante, sedativo, sonífero, reconfortante, tonificante, equilibrador, apaziguador, aliviador.

Propriedades medicinais: antisséptico, analgésico, anti-inflamatório, antibacteriano, antiviral, cicatrizante, regenerador celular, carminativo (antigases), antiespasmódico, desodorante, anticonvulsivo, antiasmático, descongestionante.

Indicações: Insônia, ronco. Excitação nervosa, estresse, ansiedade, angústia, irritabilidade, frustração. Dores de cabeça, enxaqueca, variação de humor. Queimaduras superficiais, insolação. Tosse, bronquite asmática, resfriados, gripes, dores de garganta. Picada de inseto. Acne, psoríase, furúnculos, micose, herpes labial, dermatite, eczema, erupções e infecções cutâneas. Piolho. Inchaços, dores musculares, reumatismo, tendinite. Cólicas, flatulência, náuseas.

Contra-indicações: não usar no primeiro trimestre da gestação. Não exagerar nas doses, pois pode causar intoxicação em grandes quantidades.

Onde comprar: você encontra diversos óleos essenciais e vegetais à venda na AROMALIFELevando o flyer impresso na loja física ou inserindo o código OSE2017 na primeira compra online, você ganha 5% de desconto! (link aqui)

ATENÇÃO! A Aromaterapia não é um substituto da Medicina, e sim um complemento dela. As dicas dadas aqui referem-se a pequenos problemas e de curta duração. Em casos de doenças crônicas, dores agudas ou acidentes graves, procurem um médico!
Além disso, tratamentos com óleos essenciais a longo prazo devem ser ministrados e supervisionados por um aromaterapeuta profissional, que analisará caso a caso levando em consideração as particularidades de cada cliente.

Dados extraídos dos livros a seguir: Guia Completo de Aromaterapia [Joanna Hoare], Tudo Sobre Aromaterapia [Adão Roberto da Silva] e Técnicas de Aplicação de Óleos Essenciais [Fernando Amaral]

 

Anúncios

8 comentários sobre “Ficha técnica: óleo essencial de LAVANDA

  1. Oi Patricia.

    Fui pesquisar o OE de lavanda nas marcas que voce recomendou para saber de qual comprar, e vi que tem tambem o OE de Lavandim. Qual a diferenca? Quando pode ser substituido e quando nao pode?

    Obrigada

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Barbara! Boa pergunta!! Na verdade Lavandim é um tipo mais comum de lavanda, por isso é mais barato. Ele pode ser usado da mesma maneira que o OE de Lavanda (francesa), mas seu aroma é mais canforado e seu efeito um pouco menos potente. Beijão!

      Curtir

  2. Oi tudo bem?? Gostaria de saber se posso utilizar no banho diário do meu bebê o óleo essencial de lavanda como objetivo de relaxamento, se sim como utilizar?? Banho morno?? Se pode após diluir na água da banheira,banhar a cabeça,rosto e corpo???

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, Adriana!! Tudo bem? Desculpe a demora para responder, mudei de casa esse mês e não consegui me dedicar ao blog. Como óleos essenciais são muito poderosos, é sempre bom usar por um período e dar um intervalo de descanso, por isso não recomendo usar todos os dias, ok? Você pode sim usar OE de Lavanda no banho, de preferência com água morna, e diluir 5 gotinhas de OE em uma colher de sopa de álcool antes de jogar na banheira (porque OEs não são solúveis em água). Você pode também pingar 1 gotinha em uma fralda e deixar no berço do seu bebê, perto da cabeça (mas longe do alcance dele!). Assim ele vai inspirando o aroma enquanto dorme. Legal usar também em massagens corporais (por ex Shantala), só diluir 2 gotas (1 gota se seu bebê tiver menos de 2 meses) em 10ml de algum óleo vegetal (óleo de coco, semente de uva, etc). Super relaxante para você e para o bebê! :)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s